Todas as fotografias de hóquei em patins podem ser vistas aqui.

Chobe - #1

Chobe - #1

saímos do Savuti às 9:45h já com saudades do que vimos lá e voámos até Kasane onde tínhamos à nossa espera uma guia (sim, leram bem, uma. aliás, por ali só vimos guias no feminino) que nos avisou que iríamos fazer 10m de estrada nacional, entraríamos no Chobe National Park e teríamos depois cerca de 30m de picada, já no parque e com a possibilidade de ver animais.

ao contrário do Savuti, não puxámos das máquinas. por esta altura só algo muito diferente nos faria ficar eufóricas, afinal vínhamos do sitio onde todos os bichos se deixam ver na sua rotina diária e vínhamos com um objectivo: ver os animais a partir do rio!

chegadas ao lodge, foi tempo de parar e almoçar a apreciar o Chobe River que contrastava com a paisagem dos últimos dias do (quase) deserto Savuti Marsh.

depois da siesta, saímos para o game drive no Chobe River com a Gau, a nossa guia. bastaram 2 minutos para pararmos o barco e perdermo-nos a observar os babuínos. as semelhanças da dinâmica comportamental com os humanos estão em cada gesto, em cada movimento e em cada interacção.

pelo meio, e durante todo o game drive, apareceram alguns dos pássaros existentes junto ao rio.

ah, e a rainha dos céus africanos. depois de alguns vislumbres bem longe tanto no Okavango Delta como no Savuti, foi no Chobe que a vimos bem perto, a African Fish Eagle que, diz-nos a Gau, são bichos que vivem em casal, monógamos, e que depois do(a) companheiro(a) falecer permacem viúvos para o resto da vida. fez-nos companhia durante as 3h que andámos de barco.

avistámos ao longe hipopótamos fora de água e seguimos caminho para os ver. mas, no caminho, outros acontecimentos chamaram a nossa atenção e parámos para ver os elefantes a beber água e os búfalos a esfregarem-se na lama (estratégia para arrefecer o corpo e revesti-lo de uma camada que os protege do calor).

o resultado foi que, quando chegámos junto do hipopótamos, já estavam todos dentro de água. ainda assim, valeu a o caminho.

estava na hora de regressar. e o regresso, para não ser diferente dos outros, implicou mais algumas paragens para rever alguns do que já tínhamos visto, mas também para ver crocodilos dentro de água, ou parcialmente dentro de água. o bicho é gigante!

e (re)ver os babuínos nas brincadeiras de criança e rir, rir muito.

Chobe - #2

Chobe - #2

the look in your eyes

the look in your eyes